Como ter um RH ágil na sua empresa?

10 minutos para ler

Provavelmente você deve saber que nos últimos anos vários setores estão sofrendo transformações, empresas inovando para não ficarem obsoletas em um mercado cada vez mais competitivo. Dentro de toda empresa existe um RH, que por lidar com pessoas muitas vezes se vê no centro de muitas mudanças. Por isso o Recursos Humanos se torna um departamento eleito para implementação da metodologia ágil.

O surgimento da metodologia agile foi para o desenvolvimento mais flexível de softwares porém essa nova forma de trabalho é capaz de contribuir com os profissionais de RH de forma que estes possam organizar melhor suas atividades e processos e com isso ter um ganho maior de produtividade.

Se você quer entender mais sobre como funciona o RH ágil e tudo sobre esta metodologia, neste artigo você encontrará todas as informações para a construção desse novo RH na empresa. 

Mas afinal, o que é agile?

Tudo começou em 2001 quando este recurso foi utilizado para desenvolvimento de softwares, baseado em um documento com orientações sobre desenvolvimento ágil de software, o Manifesto Agile. Este documento também dá ênfase na comunicação entre equipes e satisfação do consumidor.

Em resumo, desenvolvimento ágil de software ou método ágil é uma disciplina que estuda um conjunto de processos, práticas e ferramentas utilizadas para gerar produtos que serão disponibilizados para usuários finais.

Agora você deve estar se perguntando como esta metodologia pode tornar o RH ágil, não é?

Mas antes de falarmos do RH ágil, a primeira coisa que deve se ter em mente é que agilidade não significa somente fazer rápido, mas sim, evitar desperdícios fazendo mais do que o necessário. O agile no RH nasceu da percepção de que a maioria dos conceitos do Manifesto Agile poderia ser adequada para o departamento do recursos humanos sem prejuízos. 

Com a era digital o RH necessita estar mais do que nunca atento às novas tendências para assumir um papel mais analítico, com o fluxo pesado a área de recursos humanos deve inovar sua forma de trabalho para realizar recrutamento e seleção de pessoas, fazer treinamentos e até mesmo a comunicação interna da empresa, por isso a metodologia Agile para recursos humanos é considerada um diferencial.

O RH precisa ser ágil

Tudo está mudando, as relações, a comunicação, até mesmo os padrões de consumo e como citado acima, com o digital e toda essas mudanças inovadoras nasce um novo RH, com atuação ativa e focada nas estratégias da empresa, deixando de ser apenas um departamento operacional responsável pelo cumprimento das leis trabalhistas e mergulhado em tarefas manuais. 

Com essa mudança os modelos de planejamento e execução de projetos estão sendo substituídos por metodologias mais focadas em pessoas. As empresas já entendem que a agilidade é uma moeda de troca no mercado e quem for “lento” demais para se adaptar corre o risco de falir.

E se você prestou atenção até aqui, o elemento em comum de qualquer área são as pessoas, e qual o setor dentro de uma empresa que está focado nesse material? O RH!

O que é RH ágil?

A metodologia agile para RH é a aplicação da mecânica básica do conceito original de otimização do fluxo de trabalho e os recursos aplicados tradicionalmente adaptados para as necessidades do setor, dos pilares e princípios existentes no Manifesto Ágil. 

O objetivo principal é favorecer a cultura de agilidade dentro do setor gerando mais produtividade, mesmo que o documento original tenha sido feito para o desenvolvimento de software e nem tudo pode ser aplicado para outras áreas, por isso, profissionais de Recursos humanos se uniram para fazer ajustes da área resultando no Manifesto ágil para RH.

Confira os pilares do Manifesto

Listamos aqui os pilares de forma resumida:

  • Valorizar mais redes colaborativas, menos hierarquia;
  • Valorizar mais transparência, menos sigilo;
  • Valorizar mais adaptabilidade, menos prescrição;
  • Valorizar mais inspiração e engajamento, menos gestão e retenção;
  • Valorizar mais motivação intrínseca, menos recompensas extrínsecas;
  • Valorizar mais ambição, menos obrigação.

Importante ressaltar, que as adaptações precisam ser feitas de acordo com cada negócio. Os gestores devem alinhar o método ágil com as estratégias da empresa e os recursos disponíveis para o resultado ser eficaz. 

Vantagens do RH Ágil

Já deu pra ver que a metodologia agile tem muito a oferecer pro RH, afinal é uma série de melhorias diárias além do mapeamento do fluxo de trabalho. Agora vamos ver quais são essas vantagens sem enrolar.

  1. Otimizar trabalho 

Com aplicação de melhores práticas da metodologia ágil, o RH consegue identificar melhorias no fluxo de trabalho minimizando gargalos e imprevistos que possam surgir. O resultado é mais produtividade para equipe ter mais performance em menos tempo.


2. Equipe com autonomia 

Com um mapeamento detalhado e a segmentação do fluxo de trabalho a gestão é definida por células de trabalho de forma independente e muito mais integrada.

Os profissionais do RH assumem papéis mais analíticos e estratégicos com mais autonomia para tomada de decisões, mais rápido e alinhada com o fluxo de trabalho.

Com a avaliação de desempenho da empresa o RH pode avaliar quais são os problemas que podem interferir na baixa produtividade de uma equipe, por exemplo, por sua vez os responsáveis por treinamento de funcionários no setor já sabem quais direções seguir para compor práticas melhores e relevantes com intuito de minimizar o problema que está afetando a produtividade na empresa. 


3. RH mais flexível 

O RH assumindo um novo papel promovendo flexibilidade, adaptabilidade e inovação para apoiar incondicionalmente a experiência do colaborador. Considerando que as pessoas são a vantagem competitiva do negócio é necessário que o recursos humanos seja ágil e flexível para suprir com suas competências necessárias a cada transformação de estratégia.

Pensando em um RH mais flexível uma das iniciativas que devem ser repensadas é a gestão de desempenho com o objetivo de estar mais próximo dos times permitindo que estes sejam mais competentes em seus papéis trabalhando e contribuindo melhor uns com os outros.


4. Aumento da integração do RH e dos departamentos

Direcionar a empresa para um caminho promissor requer atuação de todos os setores principalmente do RH. Por isso o RH assume um papel mais próximo de todos os colaboradores com intuito de atrair e reter talentos. Com a rotina mais alinhada e produtiva é possível investir tempo em analisar pessoas e todo o clima organizacional com a possibilidade de prevenir gastos desnecessários e garantir vantagem competitiva para o negócio.

Técnicas adotadas no RH ágil

SCRUM para RH

Sem dúvida o framework agile mais famoso no mundo. Seu sucesso deve-se a interação da equipe, afinal ele estimula o trabalho em conjunto.  Seu principal diferencial é fazer com que gestores e equipe concordem com o que deve ser feito em um projeto, com entregas rápidas e interação de todos.

Aplicar o Scrum nos processos de RH pode trazer uma série de benefícios, mas existem desafios a serem considerados:

  • Mudanças estruturais: Colaboradores com novos papeis e responsabilidades, novas ferramentas e práticas para dominar;
  • Criação de espaços mais colaborativos: Criação de um espaço aberto onde as pessoas possam interagir mais e se comunicarem de forma mais livre para reforçar relacionamentos e aprimorar a colaboração;
  • Precisão no recrutamento e seleção: Mindset ágil para focar em contratações com espírito de equipe multidisciplinares e com habilidades flexíveis.

Kanban para RH ágil

Kanban é uma palavra de origem japonesa, que consiste em um método de gerenciamento de tarefas com objetivo de aumentar a eficiência e a produtividade. Um sistema de gestão que tem como base as referências visuais com o uso de post-its dividido em três seções:

  1. To do (para fazer);
  2. Doing (em execução);
  3. Done (concluído).

Esta metodologia pode trazer inúmeros benefícios a gestão de RH e para o fluxo de trabalho da empresa. Com o Kanban o RH pode seguir de forma mais simples o planejamento e a execução de tarefas de forma eficaz.

Possui um impacto financeiro bem pequeno, mas pode ofertar incontáveis benefícios na comunicação entre gestores e colaboradores contribuindo para que o foco seja mantido.

Design sprint no RH 

Uma ferramenta ideal para ajudar a resolver desafios de maneira colaborativa, muito ligado a inovação e criatividade, desenvolvido pelo Google. Um técnica que foi adaptada do Design thinking.

Com a abordagem de inovação colaborativa centrada em pessoas que aborda a resolução de problemas como um processo de tentativa e erro. Seu objetivo é auxiliar na construção de soluções,o Design Sprint seria como um atalho à inovação que evita ciclos de debate sem fim. Transformando meses em uma única semana.

Mas como isso pode transformar o RH?

Traz eficácia a equipe de RH guiando os participantes de forma mais direta a uma solução, ou seja, sem desperdício de tempo e foco nas etapas. Fortalece a união do time com discussões democráticas e saudáveis, uma dica, esteja atento nas discussões para não gerar conflitos. 

Esse modelo aumenta a precisão de análises e mensurações, estabelecendo um padrão a ser adotado em todas as situações que geram problemas na companhia. 

O processo é dividido em cinco etapas:

  1. Mapeamento: mapear o problema e escolher a área importante para focar;
  2.  Ideia: Após o entendimento da situação, é a hora do brainstorming. Nesse processo de criação de ideias, não deve existir censura, todas as ideias devem ser aceitas e registradas. Após registrar todas as ideias, todos devem entrar em um consenso e selecionar uma ideia;
  3.  Decisão: Deve acontecer uma discussão para definir a ideia escolhida para solucionar o problema;
  4.  Protótipo:a ideia final é selecionada, e chega o momento de prototipar essa solução. Agora é importante focar no resultado final e da real função dessa ideia;
  5. Teste: Nesta etapa será verificado se a ideia resolve ou não o problema. É importante realizar testes em ambientes e com pessoas reais. 

Com tudo que falamos é importante reavaliar a estrutura organizacional atual e projetar uma nova estrutura que permita a adaptabilidade nos negócios, maximize a comunicação e a colaboração entre as equipes e facilite o fluxo de valor.

A área de Recursos humanos deve ser mais ágil e está permanentemente atenta aos níveis de eficácia, eficiência e atendimento, voltando-se sempre para o futuro, antecipando-se a mudanças que podem afetar a forma como o departamento trabalha.

Esperamos que tenha agregado conhecimento a você sobre o RH ágil e como ele pode potencializar o aproveitamento do capital humano disponível.Compartilhando esse post você pode ajudar outros profissionais de RH a ficarem por dentro do método ágil.

Posts relacionados

Deixe um comentário