Skip to main content
Gestão de PessoasTreinamento e Desenvolvimento

RH estratégico: o que é, como e por que implementar

By agosto 4, 2021setembro 10th, 2021No Comments

Os recursos humanos, que também podemos chamar de capital humano, são o bem mais valioso da organização. Com o passar do tempo, a sua gestão evoluiu de um nível operacional para um RH estratégico. 

Isso resultou na atenção mais voltada, de um lado, para as demandas das pessoas e, do outro, para os resultados que a empresa almeja alcançar.

Quais são as funções do departamento de Recursos Humanos?

O departamento de RH tem o papel fundamental de gerenciar o capital humano de uma empresa, acompanhando os colaboradores em todo o seu ciclo de vida dentro da organização. Isso vai desde o recrutamento e entrada, passando pelo desenvolvimento interno, até o momento em que acontece o desligamento de algum colaborador.

Hoje, a gestão de recursos humanos vai muito além de coordenar essas etapas e deve firmar a relação entre a empresa e seus funcionários para extrair os melhores resultados possíveis desse vínculo.

Mais do que nunca, agora é um requisito que a atenção do setor esteja voltada aos objetivos organizacionais e também à satisfação das pessoas envolvidas nos demais setores.

Para isso, a equipe de RH estratégico precisa ter um amplo conhecimento, não só sobre gerenciar pessoas, mas também sobre a empresa, seus valores, suas metas e o mercado em que ela está inserida.

Assim, poderá aplicar seus conhecimentos em funções como: 

  • Recrutamento e seleção – Escolhendo candidatos que realmente estejam em sintonia com os valores e objetivos da empresa 
  • Integração de novos funcionários – Acolhendo os novatos e cuidando para que eles se adaptem bem à cultura da empresa e, em troca, tragam bons resultados.
  • Avaliação de desempenho – Mensurando a produtividade dos colaboradores e decidindo o que fazer a partir dos resultados.
  • Desenvolvimento e treinamento – Adotando estratégias que entreguem profissionais cada vez mais capacitados e ajudem a manter grandes talentos na empresa.
  • Fortalecimento da cultura organizacional – Gerenciando o alinhamento dos colaboradores aos valores que formam a empresa por meio de práticas internas. 
  • Monitoramento de estratégias – Sempre adequando-se às novas estratégias para acompanhar a evolução do mundo do trabalho e da gestão de pessoas.

RH tradicional X RH estratégico

Os processos de modernização que atingiram o RH tanto reformularam as funções do modelo tradicional como atribuíram novas funções, mais estratégicas, ao setor. O resultado é que o RH Tradicional e o RH Estratégico apresentam diferenças bem marcantes:

RH Tradicional

É aquele que vem à mente quando pensamos em atividades burocráticas em relação aos colaboradores de uma empresa.

Esse modelo adota um foco operacional, executando procedimentos básicos como: recrutamento, seleção e treinamento de colaboradores, demissão, questões de folha de pagamentos, entre outros.

Diferente do RH estratégico, ele não se preocupa em fazer análise de desempenho ou a avaliação dos resultados que tanto impactam a organização.

Em matéria de planejamento, o nível é relativamente baixo. Seu foco está quase sempre no “aqui e agora”, já que o setor vai respondendo às demandas na medida em que elas aparecem. 

No caso de haver um desligamento de um colaborador, por exemplo, começa a se pensar no recrutamento de um novo, enquanto poderia ter havido um acompanhamento prévio da satisfação dos funcionários e assim trabalhar para reter talentos importantes para a empresa.

Isso é o que faria um RH estratégico.

O RH Estratégico

É o RH do futuro – que está se tornando cada vez mais presente. Sua prioridade é a gestão de pessoas, valorizando o relacionamento entre gestores e funcionários da empresa, visando fazer com que esse vínculo continue e se fortaleça.

A metodologia que ele adota tem foco nos resultados, por isso utiliza dados precisos para que o colaborador cumpra sua função e desenvolva suas habilidades.

Ao contrário do RH Tradicional, que age isolado dos demais setores, o modelo estratégico atua com outros departamentos para alinhá-los aos objetivos da empresa. Além disso, elabora planejamento de médio e longo prazo e se adapta às demandas, podendo também detectar ameaças para conseguir driblá-las.

O RH estratégico tem a tecnologia como principal aliada e está sempre antenado às necessidades do mercado, buscando a inovação para ter uma posição de vantagem em relação aos concorrentes.

Quais as vantagens de adotar o RH estratégico?

O RH Estratégico possui uma série de vantagens, que se tornam ainda mais importantes por estarem diretamente relacionadas entre si:

Otimização dos processos

Com a ajuda da tecnologia, os processos operacionais básicos, que antes eram centrais na atividade do RH, são aperfeiçoados, pois esse modelo de gestão encontra soluções automatizadas bastante precisas para essas tarefas.

Essa implementação faz o foco do RH estratégico sair da parte burocrática e se voltar para o desenvolvimento interno da empresa.

Motivação e engajamento

O RH estratégico atua ao lado dos funcionários para assegurar que estes estejam sempre satisfeitos dentro e fora do trabalho. A consequência disso é o aumento na motivação e engajamento dos colaboradores.

Eles se sentem – e são!- realmente valorizados, não apenas exercendo suas funções, mas agregando ideias novas ao ambiente organizacional.  

Abertura à criatividade

Um RH estratégico adota uma cultura inovadora, na qual a criatividade dos colaboradores é estimulada, fornecendo terreno fértil para ideias e projetos inovadores florescerem.

O potencial para os funcionários agirem com uma mentalidade empreendedora é apreciado e estimulado por meio do intraempreendedorismo, para se transformar em soluções impressionantes que podem trazer ótimos resultados.

Aumento da competitividade

Uma empresa capaz de apresentar ideias inovadoras já possui o tão falado diferencial para se posicionar de maneira competitiva no mercado. Quando você pensa diferente da concorrência e oferece mais que ela, está pelo menos um passo à frente, atraindo os melhores talentos e clientes em potencial.

Como implementar o RH estratégico?

Para um RH mais estratégico ser implantado na sua organização não existe uma receita com um passo a passo bem definido, mas alguns ingredientes são fundamentais e fazem toda a diferença.

Acima de tudo, é preciso conhecer a empresa em que o RH está inserido para compreender os seus objetivos, ouvir os líderes de cada departamento e alinhar suas metas com as da empresa.

Outro elemento que já mencionamos foi o investimento em tecnologias inteligentes, que são a melhor forma de agilizar alguns processos e garantir o uso correto das informações, diminuindo a chance de falhas. 

Mais um ponto chave é implementar uma gestão inovadora, por meio da qual o RH estratégico irá atualizar as práticas internas; para que os funcionários melhorem nos seus processos de criação e continuem inovando.

Um RH inovador não se acomoda; sempre acompanha as tendências e soluções que o mercado oferece, pois novos métodos para aprimorar as estratégias de gestão estão surgindo sem parar.

Veja alguns exemplos:

  • Técnicas de Brainstorming irão ajudar a explorar a criatividade da equipe, que é tão necessária para a empresa.
  • O método Canvas é uma solução para facilitar o planejamento, pois ser uma ferramenta estratégica, simples e visual que ajuda a identificar necessidades e empreender novas ideias.
  • Design Thinking  também é uma excelente alternativa de inovação no RH estratégico, pois são produzidas soluções a partir da experiência dos indivíduos para a criação de novas estratégias.

Conclusão

Adotar um RH estratégico é se importar com o bem-estar dos colaboradores e com o lugar que a empresa ocupa no mercado.

Neste artigo, você leu sobre como ele age e quais são algumas vantagens de aplicá-lo em um negócio; mas para quem ainda está na dúvida: investir na inovação do RH é essencial, independente do tamanho da empresa, pois ele proporciona destaque e crescimento no mercado competitivo.