Skip to main content
People Analytics

Data Driven: como ter o RH orientado em dados?

By outubro 4, 2021outubro 6th, 2021No Comments

Diante da competitividade do mercado, torna-se cada vez mais necessário às empresas se destacarem. A ciência de dados, nesse sentido, tem proporcionado grandes vantagens àqueles negócios que sabem aproveitá-la. A metodologia data driven, em especial, vem permitindo a inovação do RH e o melhoramento de todos os seus processos. 

O termo em inglês, que pode ser entendido como “orientado a dados”, pode trazer respostas aos problemas que a empresa enfrenta e promover o seu desenvolvimento.

Pensando nisso, e tendo em vista a importância do conhecimento sobre data driven, elencamos alguns esclarecimentos sobre o conceito. Confira!

Afinal, o que é data driven?

O que é Data Driven

Data driven, conforme já introduzido, relaciona-se aos processos que são orientados por dados. Trata-se da prática de realizar todas as etapas de planejamento, execução e gerenciamento a partir da coleta e análise de informações disponíveis.

É por essa razão, inclusive, que se fala em uma cultura organizacional voltada ao data driven, uma vez que a metodologia se incorpora à própria dinâmica de tomada de decisões na empresa. Os dados se inserem ao centro, como base para a elaboração e aplicação de estratégias, verificação de falhas e aproveitamento de oportunidades.

Não é preciso dizer que, nos últimos anos, este conceito ganhou especial relevância a partir da necessidade de fundamentar a gestão da empresa em informações sólidas, de modo a garantir a sua competitividade no mercado.

Quais são os benefícios para a empresa?

data driven: benefícios para o RH

Um dos benefícios da gestão orientada por dados é a promoção da inteligência corporativa. Isso porque, por meio do data driven, é possível ter uma visão mais estratégica do negócio.

Desse modo, se pode prevenir riscos e aproveitar grandes oportunidades. Como exemplo, vale destacar as situações nas quais a venda de um produto pela concorrência pode ter um peso negativo na organização. Por meio da coleta de informações externas e internas, no entanto, torna-se viável antever tendências e aplicar estratégias mais eficazes

Essa mesma lógica se aplica a todos os setores, garantindo redução de custos, melhor aproveitamento de recursos humanos e financeiros e aumento da satisfação do cliente final.

Como aplicar a metodologia ao RH?

Como aplicar o data driven ao RHAssim como nos demais setores, é possível aplicar a metodologia data driven à gestão de Recursos Humanos. Neste caso, a orientação por dados permitirá verificar uma série de fatores importantes para o gerenciamento do quadro atual de funcionários e também para a elaboração de futuros processos de recrutamento.

Por exemplo, a produtividade, o nível de qualificação profissional e o desempenho das equipes de acordo com o perfil do negócio e os seus objetivos. Desse modo, torna-se possível promover um time cada vez melhor, identificar falhas na gestão e prever desafios relacionados às novas exigências do mercado de trabalho.

Para aplicar a metodologia ao RH, será necessário construir um banco de dados e contar com uma equipe que saiba lidar com essas informações para tornar essa base a primeira fonte de consulta em qualquer tomada de decisão.

Sem dúvidas, a orientação por dados do RH, assim como da empresa como um todo, pode trazer inúmeras vantagens competitivas. Para garantir uma análise estratégica dos dados, entretanto, é fundamental contar com ferramentas que centralizem as informações.

Nesse sentido, a Abler pode ser uma grande aliada. Além de otimizar o recrutamento conectando empresas e candidatos, o software ainda permite centralizar todo o processo de contratação, facilitando a aplicação da metodologia data driven ao RH.

E então? Gostou do conteúdo? Agora que você já sabe como ter um RH orientado por dados, não deixe de conferir as Estatísticas de Recrutamento: Conheça os Principais Dados sobre R&S!